segunda-feira, 28 de junho de 2010

Que escolha eu tive naquele momento?




Que escolha eu tive naquele momento? Há não ser me despedir...
Mesmo não vendo seu olhar pela ultima vez, eu te olhei meu amigo...
Mesmo não sentindo o seu calor, eu toquei sua mão meu amigo...
Só que dessa vez foi somente minha lagrimas que foram derramadas...
E você não pode enxugá-las...
Não houve abraços entre nós, eu não puder dizer “ate mais”...
Eu apenas disse Adeus, e você não pode ouvir...
Ou será que você estava lá? Como um anjo?
Pois então você deve ter sentindo como sua partida me quebrou em pedaços por dentro...
E agora como vou junta-los sem você aqui?


[Cada dia que passa essa dor fica insuportável]

4 comentários:

Brunno Lopez disse...

Quando não existem escolhas, AME o silêncio.

Alguém que te faz sorrir :D disse...

oun' que lindo tudo isso. "/ ... Ah se eu soubesse, que era a ultima vez, não teria feito nada além de te abraçar e aproveitar cada segundo ...

Fer disse...

Mto forte o q escrevesse. Mto bonito, apesar de triste..

elry disse...

estava sim, anjo, anjo...